Atalhos

Critica
Videos
Textos
Livro

Últimos Comentários

Jose Sa   

Claro que o sistema das estrelinhas vale o que vale, mas eu até lhe dava mais. E o Tó Zé sempre t... Lêr mais »

Miguel   

nao sabia que o livro do Toze era pornografico, agora ainda estou mais curioso para ler! :D

Sara Franco   

O texto do José Pinto de Sá é lindo!!

Amelia Resende   

Um grande beijinho para ti!Ele faz me muita falta,como sabes! tentei deixar comentário no outro sí... Lêr mais »

ATUAL | 21 de agosto de 2010 | Expresso

Este livro, que contém cerca de oitenta textos em prosa (a maior parte deles ocupa menos de uma página), tem uma história que é contada numa nota introdutória assinada por Mafalda (só e apenas este nome próprio), que começa por se identificar como filha do autor do livro. E a seguir explica como o pai, que se definia como um "euro-esquerdista liberal (psicótico-libertino)", nunca publicou nada mas deixou estes textos prontos a serem editados. A nota é uma homenagem da filha ao pai, mas os textos valem independentemente da circunstância lutuosa que ditou a sua publicação. E surgem como algo raro na literatura portuguesa pornográficos, imorais, excessivos, da família de uma literatura mal comportada, imprópria para exibir em salões e lugares públicos. Eis um exemplo. Tenho vontade de chicote e corro pela escada acima. Ao ver-me entrar, percebe e as mamas tremem-lhe dentro da camisola preta Dispo-me e estendo-lhe um dos cintos. Crispo os músculos e aguento. Alternadamente, arreamos um no outro. A pele dela já cheira, atiro o focinho, farejo-a debaixo dos braços e entre as pernas. Enfio-lhe na boca deitado em cima da cabeça dela, a foder-lhe a cara, e depois passo para o cu e aí venho-me. A excitação foi nervosa e deliberada, como quando penso sexo! e me levanto de um salto na frente do espelho e abro o cu com as mãos e profiro litanias obscenas." O sexo é, na verdade, a obsessão que dita estes textos. Mas há também na maior parte deles uma elaboração de outro nível, que deixa perceber como o autor manipula outros códigos e referências literárias, mas sempre no interior de uma literatura que se pretende como experiência dos limites.
António Guerreiro


Videos

Foi no sábado, 20 de Fevereiro de 2010 no Bar "Anos 60", o lançamento do livro
"Histórias de Amor e de Obsessão"
apresentado por José Pinto de Sá e Fernando Pinto do Amaral.



Textos

Texto do José Pinto de Sá para ler ou download.

Texto do Carlos Gouveia Melo para ler ou download.


As medidas do livro